Bem-vindos!!!!

Este blog foi criado para professores de 4º e 5º ano que encontram dificuldades para achar atividades. Algumas são criadas por mim e outras selecionadas dos grupos que participo. Se alguma atividade é de sua autoria me escreva para que dê os devidos créditos. Revise o conteúdo antes de utilizar.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

A Terra dos Meninos Pelados



capítulo I

            Havia um menino diferente dos outros meninos. Tinha o olho direito preto, o esquerdo azul e a cabeça pelada. Os vizinhos mangavam dele e gritavam:
            - Ô pelado!
            Tanto gritaram que ele se acostumou, achou o apelido certo, deu para se assinar a carvão nas paredes: Dr. Raimundo Pelado. Era de bom gênio e não se zangava; mas os garotos dos arredores fugiam ao vê-lo, escondiam-se por detrás das árvores da rua, mudavam a voz e perguntavam que fim tinham levado os cabelos dele. Raimundo entristecia e fechava o olho direito. Quando o aperreavam demais, aborrecia-se, fechava o olho esquerdo. E a cara ficava toda escura.
            Não tendo com quem entender-se, Raimundo Pelado falava só, e os outros pensavam que ele estava malucando.
            Estava nada! Conversava sozinho e desenhava na calçada coisas maravilhosas do país de Tatipirun, onde não há cabelos e as pessoas têm um olho preto e outro azul.

Capítulo II

            Um  dia  em que ele preparava, com areia molhada, a serra de Taquaritu e o rio das Sete Cabeças, ouviu os gritos dos meninos escondidos por detrás das árvores e sentiu um baque no coração.
            - Quem raspou a cabeça dele?  - perguntou o moleque do tabuleiro.
            - Como botaram os olhos de duas criaturas numa cara? – berrou o italianinho da esquina.
            - Era melhor que me deixassem quieto. – disse Raimundo baixinho.
            Encolheu-se e fechou o olho direito. Em seguida, foi fechando o olho esquerdo, não enxergou mais a rua. As vozes dos moleques desapareceram, só se ouvia a cantiga das cigarras. Afinal as cigarras se calaram.
            Raimundo levantou-se, entrou em casa, atravessou o quintal e ganhou o morro. Aí começaram a surgir as coisas estranhas que há na terra de Tatipirun, coisas que ele tinha adivinhado, mas nunca tinha visto. Sentiu uma grande surpresa ao notar que Tatipirun ficava ali perto de casa. Foi andando na ladeira, mas não precisava subir: enquanto caminhava, o monte ia baixando, baixando, aplanava-se como uma folha de papel. E o caminho, cheio de curvas, estirava-se como uma linha. Depois que ele passava, a ladeira tornava-se a empinar e a estrada se enchia de voltas novamente.
            GRACILIANO RAMOS. A terra dos meninos pelados.


Exploração do texto

1)    Com auxílio do dicionário, escreva o significado das seguintes palavras ou expressões:
aperrear:
mangar:
aplanar:
estirar

2)    A história do “menino pelado” é longa. Graciliano Ramos contou-a em pequenos capítulos ao todo. Você acabou de ler os Capítulos I e II. Como era o menino?    

3)    Por que o apelido não irritava  tanto assim Raimundo?

4)    Por que Raimundo falava muito sozinho?

5)    Ao desenhar as coisas maravilhosas sobre o país de Tatipirun, como o menino imaginava que eram as pessoas daquele lugar?   

6)    A certa altura do texto, o personagem passa do mundo real para o mundo da imaginação: talvez tenha pegado no sono. Transcreva essa parte da história.
     
7)    As ações do personagem – levantar-se, entrar em casa, atravessar o quintal e ganhar o morro – são frutos da realidade ou da fantasia?  Justifique.    

Extrapolação do texto

1)    O que você achou da atitude dos meninos em relação ao Raimundo?         

2)    Muitas crianças são tratadas de modo diferente por outras crianças ou por algum defeito físico que possuem, ou pela sua condição econômica, ou pela sua cor . O que você  acha disso?  
3)    Encontre no texto adjetivos que caracterizam os seguintes substantivos:     

a) menino: _____________
b) cabeça: _____________
c) gênio: _______________
d) cara: ________________
e) areia: _________________
f) coisas: ______________

4)    a) O texto tem __________ parágrafos.      

5)    Imagine que você  encontre Raimundo. Escrevas frases que usaria para dirigir-se a ele, do tipo que lhe são solicitadas.

a) Frase declarativa afirmativa:
b) Frase declarativa negativa:
c) Frase interrogativa:
d) Frase exclamativa:

6)    Raimundo sonhou com a terra de Tatipirun.  Escreva como  é a terra de seus sonhos.  Ilustre seu texto.    

Atividade enviada por Susana Felix para Professores Solidários.

8 comentários:

  1. há tempos vinha procurando esta estória,pois a mesma fez parte da minha infância e nunca mais a esqueci,adoro contos infantis e fiquei feliz em encontra esse blog.
    Parabéns profª Helena,pela linda iniciativa.

    ResponderExcluir
  2. oi gostei do blog ;)

    ResponderExcluir
  3. eu adorei essa historia,pois ja foi contada na sala de aula

    ResponderExcluir
  4. parabens, vou utilizar teu material na minha sala.
    obg

    ResponderExcluir
  5. é d+ este livro.

    ResponderExcluir
  6. gostei muito ele e muito legal

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, vou aplicar essa atividade com a minha turma.
    Lis Lima

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante!!!