Bem-vindos!!!!

Este blog foi criado para professores de 4º e 5º ano que encontram dificuldades para achar atividades. Algumas são criadas por mim e outras selecionadas dos grupos que participo. Se alguma atividade é de sua autoria me escreva para que dê os devidos créditos. Revise o conteúdo antes de utilizar. Não possuo os gabaritos. Tenho apenas as atividades.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Interpretação Liga-Desliga


Era uma vez uma televisão que não saía da frente de um menino. Todo dia e toda hora, lá estava ela assistindo ao menino. Já não brincava mais com suas amigas televisões da rua.
Ficava lá na sala, sem trocar de canal. Era sempre o mesmo menino que ela via. A sua Mãetsubishi sempre dizia:
- Desliga esse menino, TV.
TV era seu apelido em casa. E TV, nada.
O seu Painasonic, quando chegava em casa, era mais energético. Ia até a sala e desligava o menino. Mas TV chorava em chuviscos e o senhor Painasonic acabava tendo que ligar o menino de novo.
Toda noite, TV queria ficar vendo o menino até tarde. Mas a Mãetsubishi dizia que isso não era bom, que hoje em dia os meninos passavam muitas cenas de violência, impróprias para catorze polegadas. E, depois, TV não desligava à noite de medo.
E lá ia TV pro seu quarto, desligar cedo, pensando no que ia passar amanhã no menino.
Um dia, o menino ganhou uma bola. E quando TV foi pra sala, logo depois do café da manhã (TV adorava vitamina de pilha com fusível), o menino já não estava mais lá.
TV ficou sem saber o que fazer. Estava completamente fora do ar. Ia assistir ao quê, agora? Foi até a janela e viu, ao vivo e em cores, o mundo, o menino jogando bola com outros meninos.
Naquela noite, TV pediu pro seu Painasonic mandar o menino pro conserto. Ele mandou, mas não adiantou nada. O técnico de meninos disse que aquele menino já não tinha mais conserto. A bola tinha sido uma interferência muito forte.
TV ficou inconsolável. Não ia mais poder assistir ao menino o dia inteiro. Só depois que o menino, imagine, parasse de jogar bola. Mas, de tanto esperar o final do jogo, também começou a brincar. E não a brincar sozinha, mas com as outras televisões do bairro, que também estavam sem menino.
Elas brincavam de transmitir imagens. De emitir pessoas famosas. E de liga-desliga, liga-desliga.
Foi nessa época que TV acabou conhecendo TVzinha, uma televisão que era sua vizinha e em quem TV nunca tinha reparado. Claro, TV só tinha botões para o seu menino.
Agora todas as televisões vivem fazendo programas. Programa esportivo, programa infantil, até programa cultural.
E o menino, com a nova vida da TV, passou a brincar de outras coisas, além de jogar bola.
TV só assistia ao menino depois da lição e antes do banho. Ou então quando passava uma coisa muito incrível no menino. TV não era de ferro, não é?           

                                                                                       Camila Franco e Marcelo Pires
                                                                         Liga – desliga, São Paulo, Companhia das letrinhas, 1992.




Faça uma ilustração dos personagens do texto.


















Vocabulário:
Polegada: medida inglesa de comprimento
Fusível: peça que serva para proteger as instalações contra excessos de corrente elétrica.
Interferência: influência, intervenção, intromissão


Interpretação e compreensão do texto

1)Você gostou do texto? Por quê?

2) Você acha que é possível isso acontecer na realidade?
3) O que você faria se fosse a TV?

4) Você gosta de televisão?

5) Assiste a muitos programas? Quais?
 
6) Você achou o final interessante? O que você mudaria no texto?
 
7) Para contar a história o narrador usou um recurso bastante original. O que ele fez?
 
8) O texto chama a atenção para que tipo de problema?
 
9) O que TV fazia para convencer os pais a ligar o menino novamente?

10) Por que o menino ficou totalmente sem concerto?

11)  Que sensação você teve ao ler sobre uma TV que adorava assistir a um menino?

12) Na sua opinião, o texto ficaria mais interessante se o narrador começasse falando de um garoto que adorava assistir à televisão?  Por quê?
13. Leia com atenção:
Aquele menino não tinha mais conserto.
Fui a um concerto ontem à tarde.

Complete:
a)        Conserto quer dizer ___________________________________________________
b)        Concerto quer dizer ___________________________________________________

14. Reescreva as frases, substituindo as expressõe sublinhadas de acordo com a lingua culta.

      a) A TV foi pra sala.

b)    A TV pediu pro seu Painasonic mandar o menino pro conserto.

15. Reescreva o trecho a seguir, invertendo as situações das personagens apresentadas pelo narrador. Faça adaptações se forem necessárias:

Toda noite, TV queria ficar vendo o menino até tarde. Mas a Mãetsubischi dizia que isso não era bom, que hoje em dia os meninos passavam muitas cenas de violência, impróprias para catorze polegadas. E depois TV não desligava a noite, de medo.




4 comentários:

  1. Amei o seu blog. Já sou uma seguidora. Também acho difícil encontrar atividades para esses anos, por isso eu também criei um DV.Pode ir até lá e copiar as atividades, pois são todas as enviadas pelo grupo, endereço http://www.4shared.com/account/dir/gdQptgMK/sharing.html?rnd=15

    Um beijão Sandra Jubeleo

    ResponderExcluir
  2. Helena, ficou tri legal teu blog. Parabéns! Um grande abraço!Profssora Nara

    ResponderExcluir
  3. Enfim alguém postando atividades de 4º ano!!! Amei!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante!!!