Bem-vindos!!!!

Este blog foi criado para professores de 4º e 5º ano que encontram dificuldades para achar atividades. Algumas são criadas por mim e outras selecionadas dos grupos que participo. Se alguma atividade é de sua autoria me escreva para que dê os devidos créditos. Revise o conteúdo antes de utilizar. Não possuo os gabaritos. Tenho apenas as atividades.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Reportagem

1. Você vai ler a seguir uma reportagem muito interessante da revista Terra da Gente, com o seguinte título:


UM DESFILE MUITO ESPECIAL


Sobre o que você acha que vai tratar essa reportagem?

2. Leia o trecho inicial da reportagem para confirmar ou reformular suas idéias sobre o que o texto a seguir vai tratar:


Fevereiro tem Carnaval. Época de fantasias. Sejam luxuosas ou originais, praticamente todas têm penas coloridas. Não é de hoje que as penas são usadas como enfeite. Civilizações antigas, como as dos maias e dos astecas, já as utilizavam. Gregos e romanos, também. Nossos índios se enfeitaram e ainda se enfeitam com penas, E muito provavelmente influenciaram nosso Carnaval, não só com as penas, também com a nudez.


Após ler o título da reportagem e o seu trecho inicial, escreva a seguir sobre o que você acha que o texto vai tratar:
1.    Agora veja uma das imagens que aparece na reportagem:

Olhando bem para essa imagem e pensando no título da reportagem e no seu trecho inicial, você mudou de opinião? Tem mais alguma idéia sobre o assunto da reportagem?


Agora leia o texto todo e confirme, reformule e complemente o que você pensou antes de lê-lo:
UM DESFILE MUITO ESPECIAL
Fevereiro tem Carnaval. Época de fantasias. Sejam luxuosas ou originais, praticamente todas têm penas coloridas. Não é de hoje que as penas são usadas como enfeite. Civilizações antigas, como as dos maias e dos astecas, já as utilizavam. Gregos e romanos, também. Nossos índios se enfeitaram e ainda se enfeitam com penas, E muito provavelmente influenciaram nosso Carnaval, não só com as penas, também com a nudez.
Se você gosta de desfiles poderá admirar pessoalmente ou pela televisão a riqueza e a exuberância das cores das fantasias. Mas se você não liga muito para o Carnaval e prefere viajar no feriado, procurando um refúgio, pode, se quiser, assistir nas matas a um outro tipo de desfile. Sem fantasias, com plumagens namora colorido das penas enche as avenidas só no Carnaval, já as aves com suas penas enfeitam as matas durante toda a primavera e o verão. É nessa época que a plumagem dos machos está mais vistosa e é usada para atrair e seduzir as fêmeas. É uma celebração da vida que se repete ano após ano, garantindo a continuidade das diversas espécies.
E no ’Carnaval” da mata, além de contemplar as cores, você pode julgar outros quesitos. A bateria, por exemplo, fica por conta do tamborilar dos pica-paus (família Picidae), que utilizam os troncos ocos como instrumentos musicais. Batem fortemente com o bico, produzindo sons para demarcar território.
No quesito samba-enredo, você vai julgar os cantos. Tarefa difícil diante da variedade. Como comparar o canto de um sabiá (gênero Tudus) com o de uma corruíra (Troglodytes aedon), por exemplo? É bem provável que você ache o canto do sabiá mais melódico e um pouco triste e o da corruíra, simples e alegre. Mas, se estiver na região amazônica, diante do ‘primo’ da corruíra – o uirapuru (Cyphorhinus aradus) – você vai achar o canto do sabiá bem harmônico. E se quiser ouvir um canto que lembra um pouco um samba bem acelerado é só encontrar (no alto de uma mangueira, quem sabe?). Um pintassilgo (Carduelis magellanica), passarinho com de canto. No fundo, as diversas vozes da floresta são incomparáveis...
Agora, se em questão está a ‘evolução’, não tem jeito, a beija-flor vai ganhar, ou melhor, os beija-flores (família Trochilidae) já ganharam. São os melhores ‘passistas’ do ar. Isso sem contar os coloridos ornamentos com que se apresentam diante das flores.
Com um pouco de sorte, você ainda poderá encontrar ‘mestres-sala’ e ‘porta-bandeiras’ em atuações fantásticas. Se nos sambódromos e avenidas a função do mestre-sala é cortejar a porta-bandeira da agremiação, demonstrando reverência à sua dama, nas matas não é muito diferente. Os dançadores e tangarás da Mata Atlântica (família Pipridae) são tão caprichosos, em sua corte, quanto o belíssimo galo-da-serra (Rupicola rupicola), habitante das áreas rochosas da floresta amazônica. É bem verdade que a exibição de dança fica integralmente por conta dos machos, mas se não fosse não haveria espetáculo algum.
No desfile de ‘Carnaval’ da floresta, não há como julgar fantasias, afinal as aves estão ‘naturalmente vestidas’ e só acrescentam alguns enfeites para a ocasião de celebrar a vida, no processo de reprodução. Elas são bonitas, coloridas, cantam e dançam porque nasceram para isso. O enredo desse ‘Carnaval’ é sempre o mesmo: a vida. Apesar disso, nunca é repetitivo, tamanha a diversidade com que se apresenta. Os destaques dessa ‘escola’ variam dia-a-dia e sempre impressionam os nossos olhos.
Ao pisar em uma mata, com todos os sentidos bem atentos, você vai perceber que nenhuma escola de samba jamais conseguirá apresentar harmonia como a que podemos vivenciar numa floresta. Justamente esse quesito é o único pelo qual somos responsáveis. Enquanto houver ‘Carnaval’ na mata, a vida continua sendo celebrada.
Fonte: Sessão Observador - Texto Ciro Porto. Revista Terra da Gente. Ano 3 - número 34. Fevereiro de 2007.
Questões posteriores à leitura do texto completo:
4. Após ler a reportagem completa, é possível concluir que se trata do seguinte tema:
a.(   ) Os desfiles do carnaval.
b.(   ) As fantasias carnavalescas feitas de plumas de aves.
c.(  ) A beleza da plumagem das aves, que “desfilam” nas matas durante a primavera e o verão.
d.(   ) As diferentes espécies de aves.

5. Por que o autor da reportagem comparou o desfile de Carnaval com as aves da floresta? Releia os seguintes trechos do texto:

Se você gosta de desfiles poderá admirar pessoalmente ou pela televisão a riqueza e a exuberância das cores das fantasias. Mas se você não liga muito para o Carnaval e prefere viajar no feriado, procurando um refúgio, pode, se quiser, assistir nas matas a um outro tipo de desfile. Sem fantasias, com plumagens naturais.

E no ‘Carnaval” da mata, além de contemplar as cores, você pode julgar outros quesitos.

No quesito samba-enredo, você vai julgar os cantos. Tarefa difícil diante da variedade. Como comparar o canto de um sabiá (gênero Tudus) com o de uma corruíra (Troglodytes aedon), por exemplo?

Agora assinale a alternativa correta, indicando a quem se refere à palavra você:
a.(   ) às aves da mata
b.(   ) ao folião do carnaval
c.(   ) ao leitor dessa reportagem
d.(   ) a quem for assistir o desfile de carnaval

7. Essa reportagem pode fazer com que o leitor:
a.(   ) obtenha informações sobre o último carnaval
b.(   ) emocione-se com histórias antigas sobre os pássaros
c.(   ) saiba a opinião do autor sobre o carnaval e as aves
d.(  ) aprenda sobre a diversidade de aves, sua beleza e algumas de suas características

8. Releia o seguinte trecho do texto:

E no ’Carnaval” da mata, além de contemplar as cores, você pode julgar outros quesitos. A bateria, por exemplo, fica por conta do tamborilar dos pica-paus (família Picidae), que utilizam os troncos ocos como instrumentos musicais. Batem fortemente com o bico, produzindo sons para demarcar território.

a. Você sabe dizer o que são quesitos?

Segundo o dicionário da língua portuguesa “Novo Aurélio”, da editora Nova Fronteira, a palavra “quesito” significa: ponto ou questão sobre que se pede resposta (opinião, juízo ou esclarecimento).
Na reportagem “Um desfile muito especial”, que você acabou de ler, a palavra “quesito” faz referência aos itens de julgamento do Carnaval: bateria, samba-enredo, evolução, fantasias etc., que foram utilizados pelo autor para “julgar” as aves da floresta.
b. Faça a correspondência dos trechos do texto aos quesitos do “carnaval” da mata:


(    ) samba-enredo


1. ... fica por conta do tamborilar dos pica-paus (família Picidae), que utilizam os troncos ocos como instrumentos musicais. Batem fortemente com o bico, produzindo sons para demarcar território.

(    ) bateria

2. ... você vai julgar os cantos. Tarefa difícil diante da variedade. Como comparar o canto de um sabiá (gênero Tudus) com o de uma corruíra (Troglodytes aedon), por exemplo? É bem provável que você ache o canto do sabiá mais melódico e um pouco triste e o da corruíra, simples e alegre. Mas, se estiver na região amazônica, diante do ‘primo’ da corruíra – o uirapuru (Cyphorhinus aradus) – você vai achar o canto do sabiá bem harmônico.

( ) mestre-sala e porta-bandeira
3. ...a beija-flor vai ganhar, ou melhor, os beija-flores (família Trochilidae) já ganharam. São os melhores ‘passistas’ do ar. Isso sem contar os coloridos ornamentos com que se apresentam diante das flores.

(    ) evolução

4. Os dançadores e tangarás da Mata Atlântica (família Pipridae) são tão caprichosos, em sua corte, quanto o belíssimo galo-da-serra (Rupicola rupicola), habitante das áreas rochosas da floresta amazônica. É bem verdade que a exibição de dança fica integralmente por conta dos machos, mas se não fosse não haveria espetáculo algum.

8 comentários:

  1. amei a tividade, Helena!
    Muito criativa!
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou, Márcia. Bom final de semana para você também! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi meu nome é rose sou de ms sempre visito seu blog e amo as atividades também sou professora do 4º e 3º ano.parabéns
    Estou precisando de atividades para montar minha avaliação(texto jornalistico, classificado e texto instrucional) por favor mande para mim.

    ResponderExcluir
  4. Olá Helena, é a primeira vez que mvisito seu blog e fiquei encantada com tamanha dedicação e destreza com os conteúdos. Neste ano de 2012 estou pela segunda vez com a turma de 5º ano e também com uma turma de 4º ano, ministrando as aulas de matemática e português com ênfase em gramática e textos. Sempre visitarei o seu blog porque preciso aprender muito, principalmente a manusear um blog visto que farei com as turmas para trabalhar exercícios de lógica. Parabéns pela dedicação e carinho e continue sempre assim.

    ResponderExcluir
  5. Eu e meu filho utilizamos o texto para estudo e ADORAMOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Bia e Gabriel

    ResponderExcluir
  6. È BOM SABER QUE TEM PESSOAS COMO VOCÊ QUE SE DISPÕE, ATRAVÉS DE BLOGS COMO ESTE, A AJUDAR MÃES A REFORÇAR OS CONTEÚDOS ENSINADOS EM SALA E A ENSINAR AS TAREFAS DOS FILHOS. PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  7. BOA-NOITE!
    A imagem não aparece.

    ResponderExcluir
  8. Olá!!!! Muito obrigada por compartilhar atividades assim conosco. Parabéns! Amei!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante!!!