Bem-vindos!!!!

Este blog foi criado para professores de 4º e 5º ano que encontram dificuldades para achar atividades. Algumas são criadas por mim e outras selecionadas dos grupos que participo. Se alguma atividade é de sua autoria me escreva para que dê os devidos créditos. Revise o conteúdo antes de utilizar. Não possuo os gabaritos. Tenho apenas as atividades.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Grimble


      Esta é a história de Grimble, um menino de mais ou menos dez anos. Parece incrível dizer que alguém tenha mais ou menos dez anos, mas Grimble era diferente. Seus pais, muito estranhos e geralmente desligados, raramente tinham certeza de alguma coisa.
            Grimble não tinha um dia certo de aniversário como todas as crianças: de vez em quando, seu pai e sua mãe compravam um bolo, colocavam algumas velas em cima e diziam:
            _Parabéns, Grimble, você deve estar fazendo mais ou menos sete anos.
             Ou:
            _Ontem você fez mais ou menos oito anos e meio, mas a confeitaria estava fechada.
            É claro que existem desvantagens em ter pais assim, como, por exemplo, ser chamado Grimble. Isto fazia que todos sempre perguntassem:
            _ Mas qual é o seu verdadeiro nome?
            ...e ele tivesse que responder;
            _O meu nome é Grimble mesmo.
            O pai de Grimblegostava muito de viajar. Sua mãe, dona-de-casa, acompanhava-o sempre que possível. E Grimble ia para a escola. Geralmente quando saia de casa pela manhã, seus pais ainda estavam dormindo e ele encontrava um bilhete no topo da escada:

                          AINDA ESTAMOS DORMINDO.
                          FAVOR PEGAR ALGUNS TROCADOS PARA O SEU CAFÉ DA MANHÃ.

            Nunca era muito dinheiro, mas dava para Grimble tomar um refresco, comer uns pedaços de bolo e umas fatias de presunto no bar ao lado.Ele mesmo escolhia.
            Almoçava no colégio. Era a única parte organizada de sua vida. Salsichas com purê de batatas na segunda, terça, quarta, quinta, e carne assada com purê de batatas às sextas-feiras. A sobremesa era igual todos os dias: biscorvete de chocolate; uma mistura de biscoito com sorvete de chocolate, que de chocolate não tinha nada. Aliás, isto não era nem sobremesa, pois servia de molho pra tudo.
            Nossa história começa numa segunda-feira, quando Grimble chegou da escola, abriu a porta e gritou:
            _Cheguei!
            Não obteve resposta. Então começou a procurar bilhetes, porque seus pais sempre deixavam bilhetes espalhados pela casa. Nisso (e somente nisso) eles eram bons de verdade.
            Em cima da mesa da sala de jantar, no globo terrestre, encontrou dois triângulos de papel, presos por dois alfinetes. Um, na Inglaterra, escrito "Grimble", e outro, no Brasil, escrito "nós".
            Foi até o seu quarto, onde encontrou um bilhete:
         VOCÊ VAI FAZER TODOS OS DEVERES DE CASA, NÃO VAI?
   P.S. NÃO SE ESQUEÇA DE ORAR ANTES DE DORMIR.

            Resolveu ir até o banheiro,  é claro que achou outro bilhete:
                               NÃO SE ESQUEÇA DE ESCOVAR OS DENTES.
            Continuou andando pela casa e entrou na cozinha, onde encontrou mais um bilhete que dizia:
                           CHÁ NA GELADEIRA. SANDUÍCHES NO FORNO. DIVIRTA-SE.
            Pensando em como seus pais eram extraordinários, não se esquecendo de recomendar nada, Grimble chegou à porta dos fundos e viu mais outro bilhete:
                            LEITEIRO:
                            NÃO TRAGA LEITE POR CINCO DIAS.

            Voltando à cozinha, sentou-se num banquinho e começou a pensar na vida. Cinco dias... cinco dias é muito tempo, muito tempo pra qualquer pessoa, especialmente para um menino que nem mesmo tem certeza se está chegando o dia do aniversário. Afinal, seu último aniversário já tinha sido há muitas semanas.
            Grimble pegou um pedaço de papel, multiplicou 5 dias por 24 horas e descobriu que dava mais ou menos 100 horas: na verdade 100 e algumas horas. Decidiu comer, tentando fazer o tempo passar mais depressa. Abriu o forno, que estava cheio de sanduíches, e pegou um de rosbife com geléia de damasco. Já estava meio duro, tal como acontece com sanduíches que foram feitos há algum tempo. Acendeu o forno para esquentar os demais e resolveu escrever um poema sobre a sua situação. E o poema ficou assim:
                             MINHA SITUAÇÃO
                                                     por Grimble
                                PAPAI E MAMÃE VIAJARAM
                                DEIXANDO SANDUÍCHES E CHÁ
                                EU NÃO CONSIGO ENCONTRAR
                                UMA PALAVRA PRA RIMAR.

                                                                       Clement Freud. Grimble


INTERPRETAÇÃO DE TEXTO
1- Por que não é possível afirmar a idade de Grimble?

2- Segundo o texto, os pais de Grimble são estranhos e desligados. Você concorda com essa afirmação? Justifique sua resposta.

3- O autor afirma que só havia uma coisa organizada na vida de Grimble. O que era? E por que era organizada?

4-Os pais de Grimble eram bons de verdade apenas numa determinada atitude. Qual era?  

5- Você acha que existem pais como os de Grimble, isto é, pais que substituem por bilhetes a atenção e o afeto aos filhos? Dê sua opinião a respeito.

6- Na sua opinião, quais as vantagens e desvantagens de ter pais semelhantes aos de Grimble? 

3 comentários:

  1. Olá Helena. Vim aqui através do email que enviou ao grupo Professores Solidários. Amei seu site. Ele é muito bom e prático! Sou formada em Letras e adoro atividades de Lingua Portuguesa. Com certeza estarei sempre por aqui. Sucesso!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Helena, tudo bem?
    Parabéns pelo blog, eu amei!
    Entre no meu também, espero que aproveite alguma coisa.
    Beijos
    Andréia
    atividadesescolarestiandreia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. PARABENS, QUERIDA ADOREI SEU BLOG. VOU USAR SEMPRE TENHO 4º

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante!!!